Hospital Beneficiencia Portuguesa
Viva Bem Saúdavel
Voltar
09/07/2008
Ortopedia - Pé chato ou pé para dentro

Pé chato ou pé para dentro - Corrija enquanto é tempo

Os desvios ortopédicos são bastante comuns na infância e precisam ser corrigidos o mais cedo possível. São os chamados pé chato, cavo, para dentro ou joanete, que alteram o formato dos pés e nem sempre são graves. O tratamento inclui o uso de calçados adequados, exercícios e cirurgia em alguns casos.

Tipos de desvio

Pé chato - É conhecido também por pé plano, caracterizado pela ausência do arco plantar, fazendo com que a sola fique encostada totalmente no chão devido à flacidez dos ligamentos. O tratamento depende da gravidade do desvio. Nos casos simples, o médico recomenda a palmilha ou o calçado ortopédico para crianças com idade entre três e oito anos. Depois dos oito anos, as palmilhas perdem o efeito no sentido de correção.

Uma medida que auxilia bem é fazer a criança andar descalça em terrenos irregulares como grama, areia e terra, para estimular a musculatura da região e formação do arco. Nos casos mais graves, que ainda apresentam sintomas de dor e cansaço nos pés, a cirurgia é indicada.

Pé cavo - É o que tem o arco alto demais, sendo um desvio infantil mais sério que o pé chato. Nos casos mais graves, a dor é intensa e afeta o tendão, causando tendinite. O tratamento inclui exercício de alongamento, palmilhas corretivas e calçados de cano alto. Se não surtir resultado, a solução é a cirurgia, que é mais complexa do que a do pé chato.

Pé para dentro - Crianças que pisam para dentro apresentam dois desvios ortopédicos, no pé e na bacia.

Geralmente, em 99% dos casos, o problema é na bacia, a chamada 'antiversão do colo do fêmur'. O tratamento é voltado para a melhora da postura, exercícios físicos para aumentar a força muscular e uso de aparelhos noturnos. A criança não se queixa de dor. O problema é mais estético do que funcional, não se recomendando a cirurgia.

Por outro lado, pequena parcela de crianças apresenta o problema no pé, mais especificamente no osso metatarso, que faz a parte da frente do pé virar para dentro. Em bebês de oito ou dez meses, o problema pode ser corrigido com gesso ou manipulação feita no pé. Se o desvio for notado mais tarde, é recomendado o uso de palmilhas e calçados especiais.

A cirurgia é indicada nos casos em que a criança apresenta dificuldade e dor ao andar.

Joanete - É uma saliência no osso do dedão, que se desenvolve com o crescimento, tornando-se mais evidente depois dos 10 anos.

O tratamento inclui o uso de calçado adequado. Nos casos mais graves e sintomáticos, o médico indica cirurgia para corrigir a alteração de ângulo entre os ossos.

Calçados

Foi-se o tempo dos sapatos e botas ortopédicas, pesados e anti-estéticos. Hoje, a meninada usa tênis ortopédicos infantis, modernos e leves, desenvolvidos para receber a palmilha corretiva que, em muitos casos, evita a cirurgia. A cirurgia é a última alternativa para corrigir os desvios, indicada apenas em casos mais graves.


Fonte: Dr. Pedro C. P. Olmos - Ortopedista - F: (17) 234-6117
Telefone - (17) 2139 1800 Email - contato@beneriopreto.com.br
Endereço
Rua Luiz Vaz de Camões, 3150 - Redentora
CEP: 15015-750 - São José do Rio Preto - SP